Vivência Yawanawá
Festa Mariri 2017 – 7 dias

Terra Indígena do Rio Gregório (Acre)

Vivência Yawanawá: Festa Mariri 2017 – 7 dias

A Festa Mariri chega a sua quinta edição em 2017. O encontro das comunidades indígenas da etnia yawanawá na Aldeia Mutum, terra indígena do Rio Gregório, no Acre, marca a celebração da ancestralidade da cultura de um povo. 

Com a experiência de levar viajantes para vivenciarem a festa desde sua primeira edição, este ano a Turismo Consciente propõe uma vivência diferente: a visita de uma das aldeias antes do período da festa, proporcionando que você conheça um pouco do cotidiano e dia-dia desse povo e, posteriormente, a participação na celebração. 

Mais do que uma viagem, nossa proposta é oferecer uma autêntica vivência em parceria com a Associação Sociocultural Yawanawá (ASCY), cuidando de todos os detalhes e da complexa logística de deslocamentos, segurança, alimentação e hospedagem para que você tenha uma experiência inesquecível.

 
1º dia – 03/08 | Cidade de Origem / Cruzeiro do Sul

Desembarque no Aeroporto Internacional de Cruzeiro do Sul, considerada a cidade mais ocidental do Brasil, no oeste do estado do Acre. Recepção por nossa equipe e traslado ao hotel para pernoite. 
* Consulte nossa equipe para as melhores opções de voos de acordo com sua cidade de origem.

2° dia – 04/08 | Cruzeiro do Sul / Vila de São Vicente / Viagem pelo Rio Gregório – Aldeias Matrixã e Sete Estrelas

Café da manhã no hotel e saída de Cruzeiro do Sul por volta das 06h00. Transfer de aproximadamente 3 horas até a vila de São Vicente, onde embarcaremos em pequenas canoas motorizadas para viagem pelo Rio Gregório.
Faremos uma primeira parada na Aldeia Matrixã para almoço, após cerca de 2 a 3 horas de navegação, já dentro da Terra Indígena dos Yawanawás.  Leda, a liderança de Matrixã, é especialista em gastronomia tradicional Yawanawá e teremos a oportunidade de degustar alguns dos pratos desenvolvidos por essa etnia ao longo de sua história.
Após almoço seguiremos viagem navegando até a Aldeia Sete Estrelas (cerca de mais 4 horas de navegação). Embora seja um percurso longo, este já é o início da nossa experiência e a oportunidade de ir aos poucos se desligando do cotidiano das cidades. Um momento para se ligar e sentir a natureza quase intocada da região!
Chegaremos na aldeia já no final do dia.
Nossa equipe fornecerá uma rede e mosqueteiro para cada participante e nos instalaremos em uma maloca reservada para os visitantes. Pernoite em redes.  

Observação: Durante toda a viagem, teremos o acompanhamento de dois auxiliares locais para ajudar o grupo, com algumas tarefas, como: carregar malas, armar as redes, verificar se há animais peçonhentos em locais de parada, etc.

3° dia – 05/08 | Aldeia Sete Estrelas

Este dia será dedicado à vivência na aldeia Sete Estrelas, uma das 7 que compõem a Terra Indígena do Rio Gregório. A aldeia conta com um Centro de Curas sob o comando do Tio Luís, líder e grande conhecedor das plantas medicinais da região.
Poderemos observar o cotidiano da comunidade e seu modo de vida fora do período de festas.
Uma experiência bastante enriquecedora para entendermos a realidade das comunidades indígenas na atualidade, livre dos estereótipos que as perseguem.
Pernoite em redes com mosqueteiros.

4° dia – 06/08 | Aldeia Sete Estrelas / Aldeia Mutum

Os próximos dias serão dedicados à vivências e interações na aldeia Mutum. Você terá a oportunidade de vivenciar mais a fundo as tradições e cultura indígena yawanawá: os cantos e rituais tradicionais, a pintura corporal, o trabalho cotidiano, as histórias, noites de Uni (chá Ayahuasca) e Rapé, entre outras experiências.
Pernoite em redes com mosqueteiros.

5° e 6° dia – 07 e 08/08 | Festa Mariri Yawanawá

Os próximos dias serão reservados para vivência na Festa Mariri. Diversas aldeias da etnia reúnem-se durante estes dias para celebrarem juntos sua cultura com rituais tradicionais, cantos, pinturas, ornamentos e brincadeiras. Como um dos poucos visitantes de fora, você terá a oportunidade de vivenciar estes momentos únicos junto ao povo Yawanawá. Nas palavras de Tashka, um dos líderes da comunidade, “durante esses dias o povo Yawanawa põe em prática seu ato de agradecimento aos espíritos da floresta pelos bens que ela oferece. Nossa missão com a festa é manter viva a memória de nosso povo, perpetuar nossos costumes e nossa maneira de viver”.
Pernoite em redes com mosqueteiros.

7° dia – 09/08 | Viagem de retorno pelo Rio Gregório / Cruzeiro do Sul

Após café da manhã, será a hora de despedir-se da aldeia. Retornaremos com as canoas motorizadas novamente até a Vila de São Vicente, onde nosso transfer estará nos esperando para viagem até Cruzeiro do Sul. Chegada na cidade e check-in no hotel para um day-use até o momento de nosso embarque. Aproveite para descansar um pouco e organizar suas bagagens. Em horário determinado, traslado para o Aeroporto.
Fim de nossos serviços.

Dia a dia | VALORES E PAGAMENTOS | Observações | Contato

VALORES EM REAIS (R$), POR PESSOA: R$ 5.700,00

Forma de pagamento
  • A Vista: desconto de 3% sob o valor total;
  • Parcelado:
    – Até Abril: 20% de entrada via depósito + 4 parcelas fixas no cartão sem juros;
    – Maio: 30% de entrada via depósito + 3 parcelas fixas no cartão sem juros;
    – A partir de Junho: 40% de entrada via depósito + 2 parcelas fixas no cartão sem juros.
O pacote inclui
  • Traslado compartilhado Aeroporto Cruzeiro do Sul/Hotel;
  • 01 diária com café da manhã em Cruzeiro do Sul (hotel de categoria 3 estrelas);
  • Transporte fluvial em canoas motorizadas: São Vicente/Matrixã/Sete Estrelas/Mutum/São Vicente;
  • Coletes Salva-Vidas durante as navegações nas canoas motorizadas;
  • Taxa de visitação e participação na Festa Mariri da Associação Sociocultural Yawanawá;
  • Refeições simples oferecidas pela aldeia (café da manhã, almoço e jantar);
  • Kit lanche durante viagem de barco para aldeia;
  • Água mineral durante os dias na aldeia;
  • Complemento de alimentação: como castanhas, azeitonas, amendoins, frutas secas, torradas, etc para reforçar as refeições oferecidas pela aldeia;
  • Rede e mosqueteiro para os pernoites em malocas;
  • Day-use em Cruzeiro do Sul antes do embarque (hotel categoria 3 estrelas);
  • Seguro Viagem;
  • Acompanhamento de um anfitrião durante toda a viagem;
  • Acompanhamento de ajudantes locais durante toda a viagem;
  • Kit Viagem Turismo Consciente.
O pacote não inclui
  • Passagens aéreas até Cruzeiro do Sul;
  • Itens não especificados no programa acima.

Dia a dia | Valores e pagamento | OBSERVAÇÕES | Contato

Observações gerais
  • O ministério da saúde recomenda a vacinação da febre amarela para todos os viajantes acima de 09 meses de idade que entram em zonas endêmicas no Brasil, o que é o caso de toda a Amazônia;
  • Os períodos de navegação descritos no itinerário são estimados e podem variar de acordo com as condições climáticas e volume de água no Rio Gregório;
  • As canoas no trajeto da Vila de São Vicente até as aldeias não possuem cobertura, por isso é preciso proteger-se do sol e da possibilidade de chuvas. Você receberá uma capa de chuva de nossa equipe e zelaremos também pela proteção das malas, que serão embaladas para a viagem;
  • Por se tratar de uma vivência, as atividades nas aldeias descritas acima não representam um roteiro a ser seguido, podendo variar de acordo com a dinâmica local das comunidades;
  • Por se tratar de uma viagem de expedição e vivência em ambiente carente de infraestrutura turística, todos os viajantes deverão assinar um termo de responsabilidade e ciência no momento do fechamento do pacote;
  • Em consonância com a deliberação normativa nº 161 de 09 de Agosto de 1985, da Embratur, em caso de desistência após assinatura do contrato de viagem, serão retidos: com até 31 dias de antecedência, 10% do valor total a título de despesas operacionais; entre 30 e 21 dias anteriores ao embarque, será retido 20% do valor do pacote; após os 20 dias anteriores ao embarque, 80% do valor do pacote.
Na aldeia: Informações importantes
  • As refeições oferecidas pela aldeia aos visitantes são simples. Compostas, geralmente, de arroz, farinha, macarrão e carnes de caça e peixes, dependendo estas últimas das condições climáticas. Visando proporcionar um regime de alimentação mais diversificado e com alguns suplementos, nossa equipe oferecerá água mineral, frutas secas, torradas, castanhas, manteiga, sardinha, atum e alguns outros itens para aqueles que, por ventura, não se adaptarem a culinária local. Caso tenha alguma preferência específica ou deseje maior variedade, o viajante poderá levar outros itens em sua bagagem;
  • Os banhos acontecem geralmente no rio e muitas vezes são coletivos, por isso usa-se roupas de banho (maiôs, biquínis e sungas). Dê preferência para sabonetes, xampus e produtos biodegradáveis a base de vegetais que podem ser encontrados em lojas especializadas;
  • Os pernoites na aldeia são realizados em cabanas e grandes choupanas reservadas para os visitantes. Nossa equipe lhe entregará uma rede e mosqueteiro novos para utilizar durante sua estadia. O visitante deverá levar uma manta, roupas mais pesadas e/ou saco de dormir (se preferir), pois as noites podem ser mais frias.
Por que viajar para a Festa Mariri Yawanawá com a Turismo Consciente?
  1. Experiência: A Turismo Consciente foi a primeira operadora de turismo a trabalhar nas aldeias Yawanawás na Terra Indígena do Rio Gregório. Desde a primeira edição da Festa Mariri em 2013, em parceria com a Associação Sociocultural Yawanawá – ASCY, levamos viajantes de diversas partes do Brasil para vivenciar esta experiência. Ao todo, mais de 50 pessoas já embarcaram conosco nesta jornada;
  2. Operação: Por se tratar de um ambiente isolado, a complexa logística de transporte, alimentação, hospedagem e segurança deve ser pensada e planejada em cada detalhe, buscando minimizar qualquer contratempo resultante de atividades em um ambiente natural. Contamos com uma equipe de diversos parceiros em cada momento da viagem que trabalham para que sua única preocupação seja desfrutar ao máximo da experiência nas aldeias;
  3. Parceria de longa data: Nossa parceria com as aldeias não acontece somente durante a Festa e vem se fortalecendo a mais de 5 anos. A convite da ASCY, realizamos em 2016 o I Encontro para desenvolvimento do Programa de Etnoturismo nas Aldeias Yawanawás, com o objetivo de construir coletivamente um programa estruturado e sustentável de visitação nas aldeias. O segundo encontro esta sendo planejado ainda para este ano. Este vem sendo um trabalho continuo que tem possibilitado proporcionar uma experiência ainda mais enriquecedora aos nossos clientes e paralelamente contribuindo com a geração de renda para as aldeias visitadas e com valorização da cultura Yawanawá;
  4. Filosofia: A Turismo Consciente tem como missão, além de promover um turismo responsável por meio do planejamento, operação e comercialização de experiências de viagem na Amazônia brasileira, possibilitar com que cada vez mais viajantes tenham a oportunidade de conhecer, vivenciar e refletir sobre a natureza, as culturas e sociedades desta região. Acreditamos, além da indiscutível riqueza natural, em uma Amazônia humana. Vivenciar outras culturas, tão diferentes do cotidiano urbano da grande parte de nossos clientes, possibilita um enriquecimento de ideias e empatia com essas populações.

Nome

E-mail

Telefone de contato

Número de pessoas

Suas observações

Gostou?

Entre em contato com a gente!

contato@turismoconsciente.com.br
+55 (11) 3262.4399
maria.teresa9
Rua Rocha, 425 - São Paulo - SP

Siga a TC nas redes  

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades: